Pesquisa Marcas de Franchising

Conceitos franchising

Franchising: conceitos básicos

Alguns dos principais conceitos que se devem conhecer para entrar no sistema de franquicia. + Ver Mais.

Emprendedor franchising

Antes de se decidir por uma ou outra rede de franchising, o empreendedor deve realizar alguns passos para ter a certeza de que a decisão é a mais adequada, e assim garantir que o negócio vingue no mercado do franchising. Deve então analisar todos os sectores e os diferentes franchisings, contar com um acompanhamento de profissionais, ou informar-se através dos meios específicos.

A determinada altura, muitos empreendedores passam por uma fase em que desejam mudar de actividade profissional, como forma de se tornarem independentes, e muitas vezes o franchising oferece-lhes uma resposta simples, rápida e eficaz. A maturidade e a determinação faz com que a probabilidade de fracasso seja consideravelmente baixa.

Ainda assim, há que ter em conta certos parâmetros antes de tomar a decisão: “vou investir nesta rede de franchising”. Uma das premissas mais básicas antes de dar esse passo é conhecer as vantagens e inconvenientes que podem trazer o franchising para aquilo que se quer realmente fazer, ou fazer uma análise dos gostos pessoais e afinidades, para que esse alguém que está prestes a entrar mundo dos negócios possa sentir-se cómodo na actividade que vai desenvolver.

A relação com o franchising nasce da intenção de fazê-la perdurar durante muitos anos, e por isso mesmo, há que haver prudência e não precipitação quando chega a altura de escolher. Há que ter a certeza de que a rede pela qual se opta é a solução, e as vantagens que pode trazer para o seu negócio, o que pode significar para o futuro franchisado um trabalho bastante exaustivo de investigação, sempre focando o seu ponto de interesse.

Escolher o sector e a empresa de franchising

O futuro franchisado deveria começar por seleccionar o sector que mais atrai empreendedores. Comprometer-se com um negócio implica investir muita energia, muito tempo e dinheiro, daí que é de extrema importância que o negócio lhe agrade especialmente.

Existem inúmeros sectores de actividade entre os quais o franchisado pode escolher. Assim é relativamente fácil encontrar um, que pelas características, se ajusta ao seu gosto. É importante ter a certeza de que aquele pelo qual se optou não é um sector que se encontra em crise , e por isso mesmo, há que analisar as empresas que operam no mesmo, incluindo as que possuem redes de estabelecimentos próprios.

Sobretudo, há que escolher um sector que na economia tenha projecção de futuro, para se poder reduzir ao máximo o risco. Uma vez seleccionado o sector, dá-se o passo seguinte: escolher uma entre as centenas de empresas a operar em franchising no mercado.

O mais óbvio é que essa escolha recaia sobre as empresas que estão melhor colocadas no mercado, que têm dezenas de franchisados, mas há que ter em conta as oportunidades que surgem noutras mais novas, que por vezes, só pelo facto de comportarem inovação podem ser igualmente a melhor aposta. Sublinha-se aqui a dedicação de tempo na análise de mercado, e de cada oportunidade.

Neste sentido, contar com um acompanhamento de profissionais mais experientes nesta área, para se ter a certeza de que a realidade do negócio eleito é a mais adequada. O franchisado deve procurar o máximo de informação sobre essa franquia, sobre tudo o que diz respeito aos franchisados, a sua situação económica, e outros indicadores que revelam se é uma aposta com perspectivas de sucesso, ou fracasso.

Uma guia das empresas de franchising que existem no país, ou portais nacionais especializados em franchising, podem ser ferramentas muito úteis para se conseguir toda a informação sobre as condições para se aceder a diferentes redes de franchising e as suas expectativas económicas. Outro dos pilares muito importantes nesta fase de análise da uma qualquer rede, são os próprios franchisados da mesma.

Os seus testemunhos podem ser importantes para comparar informações de franchisings. Há que ter em conta um sem fim de factores que vão determinar se a entrada no negócio é viável, entre eles, o capital que se tem para investir e aquilo que comporta ser franchisado de uma determinada empresa. Especialistas aconselham que o futuro empresário tenha uma capacidade de investimento que seja aproximadamente 60% de recursos próprios, e 40% de capitais externos.

Não existem redes de franchising melhores ou piores para um empreendedor. Deve ser este quem deve procurar as que melhor se adequam ao seu perfil pessoal e profissional, e que em última análise permitam o desenvolvimento da sua actividade de forma saudável e duradoura.

Novos Franchisings

Artigos

O início de uma grande caminhada começa com pequenos passos

Quando uma empresa decide crescer, através do sistema de franchising, encontra naturalmente uma série de obstáculos, os quais tem que saber enfrentar com firmeza e determinação, para que os sonhos não se transformem em pesadelos. Que regras devem seguir? Que aspectos a ter em conta?

Ler mais...

Perguntas que devem ser feitas antes de investir numa franchising

Antes de investir num franchising deve fazer um estudo sobre o que você quer, o que tem, o que pode fazer, e observar cuidadosamente quais os benefícios que podem ser obtidos através desta nova oportunidade de negócio. A consultora BeFranquicia diz-lhe 5 perguntas que deve fazer a si próprio antes de comprar um franchising.

Ler mais...